Blog

 

Melhores conteúdos sobre custos e rentabilidade

Arquivo

Como a alta performance impacta a gestão empresarial?

How does high performance impact business management

O que separa um atleta de fim de semana de um atleta olímpico? A resposta é que o segundo tem uma alta performance. Por isso, ele conquistou resistência física e prestígio para participar de grandes competições.

Saiba mais ...

Recuperação de empresas: saiba como sair do vermelho

Business Recovery Learn how to get back in the black

Construir um negócio e se manter no mercado representam alguns desafios. Qualquer empresário sabe o quanto é difícil lidar com todos os contratempos que aparecem. Principalmente, no caso de problemas financeiros.

Saiba mais ...

Treinamento de equipe x terceirização: o que vale mais a pena?

people working

O mercado de trabalho vem passando por mudanças profundas em todo o mundo e um dos embates mais comuns é sobre treinamento de equipe x terceirização.

Saiba mais ...

6 dicas para otimizar a gestão financeira da sua empresa

Tela com 6 dicas para otimizar a gestão financeira da sua empresa

Otimizar a gestão financeira da sua empresa é postura necessária para competir no seu segmento. Não se engane: o empreendedor que ignora a organização de suas finanças, logo enfrenta problema. E para que não esqueça de investir seu tempo e recurso, em seu setor financeiro, separamos x dicas para te ajudar a torna-lo favorável as suas pretensões futuras.

1 – Como anda a qualificação da equipe?

A primeira coisa que deve orientar a otimização da gestão financeira é verificar o nível de competências dos profissionais que fazem o financeiro. Quantos fizeram uma graduação? Sabem usar softwares de gestão, ou manusear programas de computador? Eles têm interesse em cursos livres de qualificação?

Você deve procurar respostas para essas questões, pois muitos entraves no processo de trabalho estão relacionados à falta de capacitação da equipe. Avalie os envolvidos e separe uma parte de seu orçamento para promover treinamentos. Caso não tenha recursos disponíveis, seja flexível e estimule seus funcionários a irem atrás de novas competências.

2 – Crie cronogramas para balanços

Ter a informação sempre atualizada de como andam os números das finanças de sua empresa é instrumento de análise que vai te ajudar a tomar decisões rápidas. Por isso, ter um calendário de balanços financeiros é olhar para o futuro da empresa e estar preparado para eventuais mudanças de mercado.

Solicitar ao setor contábil relatórios financeiros do mês ou trimestralmente é sempre decisão das mais acertas para tornar sua gestão financeira dinâmica.

3 – Projeções de mercado

As variações do mercado influenciam diretamente os resultados financeiros de sua empresa. Seja por alterações na bolsa de valores ou mudanças dos hábitos de seus clientes. Esse é o motivo que nunca deve parar de projetar o futuro do seu segmento.

Além de otimizar sua gestão financeira, poderá avaliar sua marca e o que pode melhorar em seus produtos ou serviços. Se tem em sua empresa um setor de pós-venda, é uma ótima forma de buscar informações sobre os ânimos do mercado.

4 – Entenda seu fluxo de caixa

É uma lição antiga, mas que não pode deixar nunca de lado. Nada pode fugir ao controle da movimentação financeira de sua empresa. Contas a pagar e contas a receber precisam de alinhamento total para não esquecer de cobrar ou pagar fornecedores, por exemplo.

É incrível que ainda existam empresas de médio porte, cometendo erros grosseiros na gestão do fluxo de caixa. Imagine escritórios com pilhas de fatura na mesa de um funcionário, que aguarda autorização do proprietário para realizar o pagamento? Parece impossível, mas é retrato em muitas empresas no país.

Então não siga esse caminho, adote métodos para tornar a gestão financeira de sua empresa fluída. Crie cargos de confiança que possam dar andamentos à saída de recursos do caixa. A empresa não se desenvolverá com uma filosofia de desconfiança.

5 – Dificulte a venda para maus pagadores

Vender é sempre importante, mas receber é melhor ainda. Não adianta forçar vendas para clientes inadimplentes. No final do mês o déficit em seu caixa pode ser considerável e precisará recorrer a empréstimos no banco, ou seja, perderá dinheiro.

Elaborar um procedimento que dificulte a venda àqueles clientes que não pagam em dia, é um auxilio considerável à saúde financeira de sua empresa.

6 –  Tenha um software de controle financeiro

Não existirá gestão financeira otimizada utilizando papéis e infinitas planilhas que não são compartilhadas pela equipe. Deve se adotar na empresa um programa de controle financeiro, que possa se relacionar a outras atividades administrativas do grupo.

Um software que além de controlar a entrada e saída de recursos, dará a possibilidade da emissão de nota fiscal eletrônica, conciliação bancária e emissão de boletos.

Também que possibilite a interligação com setor comercial e possa cadastrar dados de fornecedores e cliente. Essas informações ficam em tela e podem ser acompanhadas de forma online pelos gestores e proprietário da empresa.

Cuide da sua gestão financeira

Conforme nossas dicas, entenda que sua dedicação ao setor financeiro é fundamental para o bom funcionamento de sua empresa. Isso não quer dizer que deve ter zelo extremo e concentrar todas as decisões. Pelo contrário, é preciso que esteja aberto a sugestões de funcionários e novidades tecnológicas.

Cuide de sua gestão financeira que certamente alcançará bons resultados.

Escrito por – Gabriela (GestãoClick)

Gestão por processos: aprenda a aplicá-la na sua empresa

Homem em sala de reunião mostrando a sua equipe, apontamentos de gestão por processo, em um painel manual

A busca pela eficiência e qualidade costuma guiar as metas das companhias. No entanto, em alguns casos, não é claro o caminho que deve ser percorrido para alcançá-la.

Saiba mais ...