Blog

O melhor conteúdo sobre custos e lucratividade

Descubra como trabalhar a inovação como vantagem competitiva

Descubra como trabalhar a inovação como vantagem competitiva

O cenário econômico atual tem obrigado a grande maioria das empresas a se reinventar em um curto período, sob o risco de deixar de existir. Os negócios já acostumados a pensar em inovação como vantagem competitiva podem colher bons frutos e fortalecer-se em um momento tão conturbado.

Como a sua empresa se mantém competitiva diante da concorrência cada vez maior? Seu modelo de negócio está preparado para entender e atender às rápidas mudanças que o mercado exige? Ou o modelo de gestão é do tipo: “em time que está ganhando não se mexe”?

Se essas perguntas geraram mais dúvidas do que respostas, nós vamos jogar um pouco de luz para você entender por que a inovação é uma grande aliada da competitividade.

O pensamento inovador como parte da cultura da empresa

Pensar de maneira inovadora e criativa deve fazer parte da cultura da empresa em todos os momentos. Não estamos dizendo que você deve lançar um produto novo por mês; a questão aqui está mais relacionada à gestão do negócio do que, necessariamente, ao produto.

Mesmo que um produto ou serviço não seja passível de grandes mudanças, os processos envolvidos devem ser sempre revisitados, pois a inovação pode acontecer em qualquer etapa.

É preciso pensar na maneira como ele é produzido, distribuído, apresentado e entregue ao consumidor final. Uma redução de custos de produção, ou uma maneira inusitada de levar o seu produto até o destino, pode gerar uma vantagem significativa em relação à concorrência.

O planejamento como facilitador da inovação

Não basta ser criativo, é preciso entender como funcionam o processo interno, a concorrência e o mercado consumidor. Mais do que apenas incentivar ideias brilhantes, o gestor precisa ter dados e um amplo conhecimento dos números da empresa para assegurar que as inovações sejam implementadas corretamente e obtenham os resultados esperados.

Com as informações corretas em mãos, é possível criar uma estratégia que permita a inovação com o mínimo de investimento necessário, para que seja possível o retorno. Os aportes de capital em tecnologia e estratégias de marketing precisam ser vistos como investimento, e não despesa. Por isso, eles devem fazer parte do centro de custos.

A inovação como vantagem competitiva

Em uma economia globalizada e dinâmica, é preciso que a empresa esteja alerta às mudanças, mas também saiba gerenciar de maneira inovadora aspectos corriqueiros, como criar um nível elevado de relação com os fornecedores ─ comakership ─, que possa estabelecer um diferencial competitivo por meio do fornecimento sincronizado e da qualidade assegurada.

Agregar novos valores ao produto ou serviço, educando o consumidor com esse conceito, é outra maneira de colocar a inovação a serviço da competitividade, fortalecendo a presença da marca e, até mesmo, expandindo sua participação no mercado.

Acompanhe seu mercado de perto e a sua concorrência mais ainda. Saber o que os consumidores estão buscando é importante, e entender se o seu concorrente está entregando o que eles esperam é fundamental para usar de maneira sábia a inovação como vantagem competitiva.

Tanto as pequenas inovações como as mais radicais vão manter sua empresa ativa e presente – basta planejar. A gente espera que este artigo tenha ajudado e você curta nossa página no Facebook.