Blog

O melhor conteúdo sobre custos e lucratividade

Conheça 5 estratégias para aumentar a rentabilidade do seu negócio

Conheça 5 estratégias para aumentar a rentabilidade do seu negócio

Não só o setor de comércio enfrenta desafios quando o assunto é aumentar a rentabilidade. O setor financeiro e de serviços também sofre consequências graves que são desencadeadas pelo baixo retorno e, consequentemente, lucro.

Processos defasados e ineficientes, ausência de planejamento e grande taxa de inadimplentes são alguns dos riscos mais comuns das empresas. Quando não são corrigidos e administrados, podem afetar a sobrevivência dos negócios.

Pensando nesse cenário, listamos as principais causas da baixa rentabilidade e algumas ações que podem ser implantadas para aumentar esse índice. Acompanhe!

Conheça as principais causas da baixa rentabilidade

Apesar de os cenários econômicos desfavoráveis afetarem a rentabilidade das empresas, principalmente as do setor financeiro, muitos dos erros relacionados a esse processo são causados por fatores internos. Entenda quais são para não cometer as mesmas falhas.

Processos manuais

Processamento manual de dados e informações, armazenamento em arquivos físicos e uso de planilhas limitadas são somente alguns exemplos de práticas que atrasam as suas tarefas e inviabilizam o acesso a recursos atualizados. Isso impacta as tomadas de decisão e a análises de indicadores.

Preocupação excessiva com o concorrente

Com a ascensão dos bancos digitais, os consumidores têm mais opções de escolha. Esse cenário aumenta a concorrência entre as empresas do setor financeiro. Não há dúvidas de que o estudo de mercado é imprescindível para atuar com serviços e taxas mais competitivas.

No entanto, travar uma batalha incansável e mal planejada com os adversários pode significar valores extremamente baixos, que afetam diretamente o seu faturamento e dificultam as estratégias para aumentar a rentabilidade.

Falta de foco no cliente

O cliente é a engrenagem que faz o seu negócio funcionar, mas muitos gestores não têm isso em mente. Estratégias que não focam no público-alvo, falta de projetos para a fidelização e a satisfação do consumidor também afetam a sua rentabilidade, já que sem cliente não há faturamento.

Entenda como aumentar a rentabilidade

A potencialização dos ganhos da sua empresa é resultado de processos automatizados eficientes, muito planejamento, conhecimento de mercado e preocupação com a experiência dos clientes desde o primeiro contato. Veja algumas dicas para alcançar isso.

1. Reduza custos desnecessários

Isso inclui compras mal planejadas e investimentos que ultrapassam os recursos disponíveis para cada setor. Então, se está difícil ter mais lucro e aumentar a rentabilidade, comece gastando menos.

Para isso, reavalie as horas extras de funcionários, descubra quais são os inimigos do seu capital de giro e implemente práticas sustentáveis que, além de ajudarem o meio ambiente, reduzem custos significativos. Alguns exemplos incluem:

  • digitalização de documentos;
  • armazenamento em nuvem;
  • reaproveitamento de água;
  • uso de aquecedores solares;
  • aproveitamento da ventilação e da luz natural;
  • uso de copos e utensílios reutilizáveis.

Ações como essas reduzem os gastos com energia elétrica, o consumo de água e a necessidade de insumos para escritório. Tais recursos poderão ser voltados para campanhas e estratégias que aumentem a rentabilidade.

2. Otimize e automatize processos 

A otimização de processos simplifica os fluxos de trabalho, melhora a comunicação interna, elimina retrabalhos e possibilita maior consistência de informações. Já a automação é um processo totalmente necessário e primordial para qualquer segmento e porte de empresa.

Por meio de tarefas automatizadas e informatizadas é possível reduzir custos, eliminar gargalos produtivos, ter competitividade de mercado, mais agilidade nas atividades, segurança de dados e informações, além de decisões mais acertadas.

Para isso, é importante implantar softwares atualizados, intuitivos e eficientes, que permitam a gestão de diferentes setores, a integração de informações e a análise de indicadores. Dessa maneira, fica mais fácil gerir os recursos financeiros da empresa para reduzir custos e traçar estratégias que aumentem a rentabilidade do negócio.

3. Fidelize clientes

Captar clientes é necessário. No entanto, fidelizar os atuais e mais antigos é ainda mais importante e barato. Afinal, se você gasta R$ 100,00 para captar um cliente, ele precisa gastar mais do que isso para que proporcione lucro.

Perceba como as maiores empresas, como a Apple, fortalecem e criam uma verdadeira relação de lealdade com os consumidores. Portanto, reúna a sua equipe e esteja em constante comunicação com o setor de vendas e marketing para identificar oportunidades de fidelização.

4. Melhore a precificação

Além de se adaptar aos novos modelos de trabalho que o mercado apresenta, procure cuidar da sua precificação. Em empresas prestadoras de serviços, como bancos e demais instituições financeiras, é necessário estudar as taxas que estão sendo cobradas.

Porém, não no intuito de ser a menor no mercado, pois isso pode afetar a sua rentabilidade, mas de maneira que os valores praticados sejam competitivos.

O objetivo é fazer com que o seu fluxo de caixa opere de maneira saudável e tenha recursos suficientes não só para atrair o cliente com os preços, mas para proporcionar uma ótima experiência.

5. Conheça e cuide dos inadimplentes

Um dos maiores impedimentos das estratégias que objetivam aumentar a rentabilidade é a inadimplência dos clientes. Esse indicador de valores em débito, que significa prejuízo para o seu caixa, afeta diretamente o seu lucro.

Os devedores podem ser tanto os consumidores finais quanto as empresas. Nesse sentido, é uma questão de sobrevivência colocar em prática ações que diminuem a taxa de inadimplência, já que esses valores são essenciais para a sua rentabilidade.

Para isso, disponibilize acordos com os devedores e treine a sua equipe para que aplique técnicas eficientes de cobrança. O ideal é conseguir receber os valores em débito e, se for viável para a sua estratégia de fidelização, continuar com o consumidor.

Tais processos precisam de um banco de cadastro e relacionamento com clientes para garantir acesso a todo o histórico do devedor, de modo a disponibilizar opções vantajosas para o inadimplente e sua empresa.

Para ter esse tipo de informação, que viabilize negociações estratégicas, é importante contar com um bom software CRM. Afinal, aumentar a rentabilidade de um negócio que está parado e sem resultados demanda processos estruturados que possam reduzir o número de falhas produtivas, de fluxos de trabalho mal planejados e, principalmente, de clientes devedores.

Para continuar a sua pesquisa sobre o assunto, baixe o nosso e-Book: “você sabe analisar a rentabilidade dos seus clientes? ” e entenda como categorizar os seus serviços para os consumidores.