Blog

O melhor conteúdo sobre custos e lucratividade

Confira o que é um centro de custos e como defini-lo em sua empresa

Confira o que é um centro de custos e como defini-lo em sua empresa

Não é surpresa que o trabalho de gerir um pequeno ou médio negócio envolve grandes habilidades de administração nos diversos departamentos da empresa, como na gestão de estoque, de pessoas, de atendimento ao cliente e de finanças. Quando o empreendedor não consegue estruturar de forma eficiente os setores da sua empresa, as chances de estagnação do projeto são muito maiores. Isso porque, para manter a saúde do negócio, é preciso que todas as atividades internas estejam alinhadas aos objetivos de crescimento da empresa.

Para que isso seja alcançado, os gestores devem compreender a fundo cada especificação e conceito estratégico ligados ao seu empreendimento. Em se tratando do setor financeiro, esse fato é ainda mais importante, pois envolve o equilíbrio dos gastos e investimentos empresariais. Nesse sentido, um fator de grande relevância que podemos citar diz respeito ao centro de custo, visto que engloba a organização de boa parte das finanças da corporação.

Não ter ciência sobre a empregabilidade e importância desse tema é uma das principais causas de problemas estruturais nas empresas. Caso esse seja o seu caso – você não tenha noção sobre esse assunto –, preparamos este artigo dispondo das principais informações. Continue a leitura e fique por dentro de tudo!

O que é um centro de custo?

A princípio, é necessário compreender no que consiste o centro de custo em uma empresa. Esse conceito basicamente está relacionado a uma unidade dentro do negócio, que pode ser um departamento ou um tipo de projeto financeiro, que envolve receitas e despesas, contribui para a simplificação da análise de dados e auxilia na tomada de decisões gerenciais.

Percebe-se que o centro de custo contribui para tornar a empresa mais eficiente por meio da distribuição de recursos estratégicos para os pontos onde há maior potencial de retorno. Entendendo as especificações de cada setor, também é possível identificar onde está havendo mais gastos e mensurar o desempenho de cada um deles.

Quais são os tipos de centro de custo?

O centro de custo pode ser praticado no mercado em duas formas diferentes: centro de custo não produtivo e centro de custo produtivo. Entender quais são suas especificações e diferença também é um ponto importante para os empreendedores. Desse modo, acompanhe agora o que se estabelece em cada um desses modelos de centro de custo!

Centro de custo produtivo

O centro de custo produtivo também pode ser referido aos centros de custos diretos, sendo áreas que influenciam em peso a entrada de recursos no negócio. Ele ainda se subdivide em dois tipos, sendo que o primeiro está diretamente vinculado à produção ou prestação de serviços, como é o caso das linhas de produção presentes em uma fábrica ou, também, de um escritório de advocacia em seu departamento jurídico.

Quanto ao outro tipo de centro de custo produtivo, podemos ressaltar que ele está ligado às atividades de venda e marketing de uma empresa, sendo fundamentais para que haja a efetivação das receitas, mesmo sem haver produção.

Centro de custo não produtivo

O centro de custo não produtivo, também referido como indireto ou auxiliar, não estabelece uma influência direta em termos de entrada de recursos na empresa. Dessa forma, esse tipo pode até gerar somente desembolsos para a empresa, mas é importante para que haja o funcionamento do negócio. Como exemplos, podemos citar o setor de finanças e o de recursos humanos como centro de custo não produtivo de uma empresa.

Quais são os benefícios de utilizar o centro de custo na empresa?

Como já mencionado, ao empregar a estratégia de centro de custo em sua empresa, é possível obter grandes vantagens. Desse modo, confira mais sobre os principais benefícios ao adotar esse modelo empresarial!

Facilitar o controle financeiro

Instituir um controle financeiro eficiente dentro da empresa é, muitas vezes, algo desafiador dentro do universo empresarial. No entanto, ao utilizar o centro de custo em sua estratégia de finanças, é possível garantir uma gestão mais efetiva das atividades do negócio, pois cada processo é avaliado de forma mais clara e objetiva, garantindo que os gestores tenham uma visão completa dos parâmetros financeiros de cada departamento.

Garantir maior precisão nas análises

Outro grande benefício está ligado a uma maior precisão quanto às análises de rendimento do negócio. A esse respeito, quando todos os processos são avaliados conjuntamente, a análise pode não ser totalmente efetiva, pois se torna mais difícil avaliar o que vai mal ou bem dentro da empresa. Por isso, o centro de custo é uma medida fundamental para que os líderes possam administrar melhor suas ações e obter o crescimento contínuo do empreendimento.

Ajudar a reduzir custos

Os empreendedores que conseguem implantar uma boa estratégia de centro de custo são capazes de desenvolver todas suas atividades produtivas, bem como identificar os setores da empresa que estão tendo gastos acima do necessário. Assim, é possível redefinir o plano financeiro de forma a aumentar o investimento nos pontos onde realmente haverá retorno para o negócio e, assim, reduzir custos.

Como definir o centro de custo em sua empresa?

Para definir o centro de custo em sua empresa, é preciso, inicialmente, dividir as atividades do negócio em áreas estratégicas. Dentro desse processo, você deve ter bem claro o quanto está sendo gasto em cada área e qual seu rendimento com o processo de investimento realizado. Para que isso seja feito com o máximo de eficiência possível, a utilização de um software de gestão de custos pode ser uma excelente opção.

Isso porque essa ferramenta contribui para que haja uma gestão integrada, o que permite alcançar vantagens, como melhor controle de prazos, direcionamento de recursos com maior eficiência, melhora na produtividade etc. Dessa forma, consegue-se ter uma melhor organização das finanças da empresa, garantindo a sustentabilidade dela.

Portanto, essas foram as principais informações sobre o que é e como usar o centro de custo em sua empresa. Vale ressaltar que, entre os principais fatores que devem ser considerados ao definir o centro de custo da empresa, é preciso que os gestores avaliem a dimensão do seu negócio, bem como as necessidades específicas para que possam traçar estratégias mais condizentes com a realidade da sua empresa.

Gostou do artigo e deseja saber mais sobre alguma informação do post? Então entre em contato conosco e converse com um de nossos consultores!