Sem dúvida alguma, quem abre uma empresa quer ter um negócio rentável e lucrativo. A conta para que isso aconteça não é complicada: um empreendimento de sucesso tem mais lucro com menos investimento, e a maior parte do valor de um produto vendido fica com a empresa.

Para saber, de fato, se o seu negócio é rentável, o primeiro passo é entender qual é a diferença entre lucratividade e rentabilidade. Os dois termos, geralmente, são confundidos.

O primeiro é uma medida usada para indicar quanto uma empresa ganhou, efetivamente, em relação a todos os produtos vendidos em determinado período. Já o segundo está relacionado ao investimento inicial e ao retorno que esse investimento é capaz de proporcionar ao negócio.

Para calcular a rentabilidade de um negócio, você precisa encontrar o lucro líquido para relacioná-lo com determinado investimento. Dessa forma, a fórmula para seu cálculo é a seguinte: (lucro líquido / investimento) x 100.

Apesar de serem conceitos diferentes, lucratividade e rentabilidade têm uma relação direta para avaliar a saúde de um negócio.

Continue a leitura e confira 4 dicas para identificar se o seu negócio é rentável:

1. Faça uma análise do seu faturamento bruto e líquido

Faturamento bruto é todo o dinheiro que entra no caixa da sua empresa antes de você utilizá-lo para pagamento de contas, funcionários, impostos e semelhantes, enquanto o líquido é o valor restante após o pagamento dessas despesas.

2. Saiba quais são os seus custos operacionais

Aqui, encontramos um dos passos mais importantes para identificar se a sua empresa é rentável ou não. Os custos operacionais são aqueles que precisam existir para que o negócio funcione, e são classificados por não terem expectativa de rendimento.

Pode-se exemplificar os custos operacionais como aluguel, luz, água, telefone etc. Você deve ter todos esses valores listados, de preferência no mesmo local em que registrou os faturamentos bruto e líquido da sua empresa.

3. Veja quais são os seus custos fixos e variáveis

Além dos custos operacionais, é importante observar quais são os custos fixos e variáveis da sua empresa.

Os fixos são aqueles gastos constantes, que não variam de acordo com o faturamento do negócio, já os variáveis podem ser maiores ou menores de acordo com a produção ou vendas de determinado mês.

4. Compare com a rentabilidade dos concorrentes

Depois de reunir todas as informações necessárias e fazer o cálculo de rentabilidade, você pode querer mais rendimento. Nesse ponto, a melhor forma de descobrir se realmente há espaço para isso é comparar a rentabilidade da sua empresa com a do mercado, observando seus concorrentes e estudando o resultado de outras companhias.

Os números, é claro, dependerão do setor em que sua empresa está inserida. Sabemos que via de regra o ramo de serviços possui uma rentabilidade maior do que o de pequenos comércios ou varejo. Por outro lado, historicamente vemos que a rentabilidade das empresas vem diminuindo dramaticamente e por diversos fatores: aumento da concorrência, clientes cada vez mais exigentes, pressões do governo, impostos e outros mais.

Esse pode ser um processo trabalhoso, mas é importante para conhecer a saúde do seu negócio. Atualmente, existem softwares que facilitam o cálculo e a apuração da rentabilidade de um negócio, integrando todas as informações em um só lugar e otimizando o processo.

Agora que você sabe como apurar um negócio rentável, siga-nos nas redes sociais e receba notificações de artigos como este. Estamos no FacebookTwitter LinkedIn.