No mundo dos negócios, boas oportunidades são frutos de decisões acertadas.
Algumas precisam ser tomadas de forma rápida, o que pode causar apreensão nos empreendedores. A saída para tornar as escolhas mais eficientes é criar e analisar KPIs.

Como criar e analisar KPIs

KPI é uma sigla em inglês que significa key performance indicator e que pode ser traduzida como “indicador-chave de performance”. São métricas que o empresário vai elencar com o objetivo de analisar a eficácia de determinado processo.

Por exemplo: a empresa investiu R$ 50 mil em um anúncio na televisão. O objetivo era fazer com que o telespectador visitasse o site da empresa e se cadastrasse, gerando leads. Determinar um número ideal de leads a ser atingido é uma forma de criar a analisar KPIs nesse caso.

Se a empresa determinou que o número de leads necessário era de 100 mil e atingiu apenas 20, isso ajuda o departamento de marketing a verificar se a estratégia deu certo ou não.

Exemplos de KPIs

Uma dica na hora de criar e analisar e KPIs é trabalhar com dados de fácil compreensão. Essas métricas devem ser simples de serem coletadas. Exemplos de KPIs:

·         geração de leads;

·         visualização nos sites;

·         downloads;

·         vendas;

·         assinatura de newsletter.

Assim a empresa tem acesso, de forma rápida, a dados que são fáceis de serem estudados. Essa praticidade permite que mudanças nas estratégias possam ser feitas de forma mais veloz e segura. Se o negócio apresenta uma baixa taxa de visualizações no seu site, isso revela que a página não está tendo êxito e deve ser modificada.

O ideal é que a empresa não tenha muitos KPIs porque uma métrica pode desmentir a outra. A taxa de leads pode ser alta, no entanto, as vendas apresentaram quedas, por exemplo. Nesse caso, cabe à empresa destacar qual é o resultado que, de fato, revela a situação da estratégia adotada pelo empreendimento.

Outro ponto importante na hora de criar e analisar KPIs é saber que esses números devem ser compreendidos por diversos setores da empresa — normalmente não são específicos ou de uso exclusivo de um departamento.

KPIs melhoram os processos

Neste artigo demos como exemplo o uso de KPIs na geração de leads ou em vendas. No entanto, essa estratégia pode ser adotada em qualquer outro processo empresarial — não só em vendas ou marketing, ajudando a melhorar a qualidade e evitando o retrabalho, por exemplo.

Um bom indicador da qualidade do seu setor de vendas é analisar a taxa de reclamação que sua empresa possui na sua central de atendimento, por exemplo. Assim como uma forma de reduzir essas reclamações é melhorar o treinamento da equipe.

KPIs também ajudam a identificar a eficiência dos investimentos, servindo para determinar o ROI.

Normalmente as respostas para as questões da empresa estão no próprio negócio. Por isso é tão importante criar e analisar KPIs. Não ignore a maior fonte de informação sobre o seu empreendimento: as métricas dos seus processos internos.

Se você gostou deste artigo não deixe de curtir nossa página no Facebook. Assim você terá dicas sobre o mundo dos negócios diretamente na sua timeline!