Blog

O melhor conteúdo sobre custos e lucratividade

Gestão de custos: 3 desafios que você precisa conhecer e enfrentá-los!

Gestão de custos: 3 desafios que você precisa conhecer e enfrentá-los!

Imagine a seguinte situação: a equipe de vendas comemora bons resultados, mas, ainda assim, a empresa não tem uma margem de lucro satisfatória. Esse tipo de situação é comum e indica alguns desafios da gestão de custos.

Se a quantidade de capital entrando no caixa não é suficiente para trazer lucro, o empresário precisa fazer um grande estudo sobre os seus processos, com o objetivo de entender o que pode estar errado.

O problema é que nem sempre a empresa acerta nessa análise — e acaba fazendo cortes equivocados, que prejudicam as operações. Para que a sua companhia não passe por isso, resolvemos dar algumas dicas que vão ajudá-lo. Boa leitura!

1. Descobrir se a empresa é rentável

Rentabilidade e lucratividade não são sinônimas. Antes de focar em redução de custos, o empresário precisa descobrir se o seu negócio traz retorno sobre o investimento realizado. Para isso, ele precisa definir a rentabilidade do negócio.

Assim, a primeira maneira de vencer os desafios da gestão de custos é estar com a contabilidade em dia, uma vez que o time contábil será responsável por analisar o lucro bruto, líquido, custos com tributos etc.

2. Encontrar desperdícios

Algumas empresas não têm como um de seus objetivos internos o combate ao desperdício. Isso é um erro grave. Atualmente, existem recursos tecnológicos capazes de trazer economia e eficiência para grande parte dos processos.

O consumo energético pode ser reduzido se a empresa passar a usar máquinas mais modernas, lâmpadas de LED ou até mesmo investir em energia solar. Além da energia, o consumo exagerado de matéria-prima, a necessidade de retrabalho e outros gastos também entram nessa conta.

Para identificar desperdícios, a empresa deve modernizar a análise de seus processos, por meio de um software de gestão. Nesse caso, não dá para recorrer às antigas planilhas de Excel.

3. Identificar custos fixos e variáveis

Entre os desafios da gestão de custos, encontra-se a necessidade de entender como os custos fixos e variáveis impactam o caixa da empresa. Na teoria, os empresários têm uma noção clara sobre o tema. Afinal, custo fixo é aquele que não se altera de acordo com a produção e o variável é o que acompanha esse fator.

Um exemplo de custo fixo é o aluguel, enquanto que o consumo de matéria-prima pode indicar um custo variável. A melhor forma de controlar os gastos permanentes é os identificando e, posteriormente, negociando com fornecedores.

A mesma lógica vale para os gastos variáveis. Eles ainda podem ser aperfeiçoados com um planejamento sobre as vendas — incluindo a precificação correta. Por exemplo: a empresa pode aceitar mais pedidos do que é capaz de produzir, aumentando custos de produção e tendo prejuízos devido à precificação inadequada.

Empreender equivale a investir e essa iniciativa só é vantajosa quando o empresário entende os riscos do investimento e tem uma noção do quanto terá de retorno.

Agora que você entendeu um pouco mais sobre os desafios da gestão de custos, deve ter percebido que o controle sobre as informações internas da empresa é fundamental. Por isso, o uso de softwares de gestão é um investimento que facilita essa missão.

Todavia, a escolha de uma ferramenta inadequada pode criar problemas, em vez de solucioná-los, como mostramos neste artigo sobre o tema.