Blog

O melhor conteúdo sobre custos e lucratividade

Gestão baseada em processos: por que e como pode ser feita?

Gestão baseada em processos: por que e como pode ser feita?

A palavra “indicadores” está presente na vida de quem empreende. Ela pode estar relacionada aos indicadores de mercado, aos indicadores da economia e, para a surpresa de muitos empresários, aos dados internos do negócio. Compreender isso é fundamental para acertar na gestão baseada em processos.

Esse modelo de gestão faz um profundo e constante estudo sobre a situação do negócio, contribuindo para o crescimento saudável de qualquer empresa. No entanto, ele exige que o empreendimento forneça dados de qualidade, confiáveis e de forma ágil.

Para que você entenda como fazer isso e o poder dessas informações, preparamos este artigo!

Entendendo a gestão baseada em processos

Cada processo da empresa pode inferir em seus resultados, ainda que ele não esteja diretamente ligado à produção de algo. Os processos são como pequenas empresas dentro de um empreendimento, por isso, é necessário avaliar se eles fazem um bom uso dos recursos que são oferecidos a eles.

A forma mais simples de fazer essa avaliação é acompanhando os relatórios gerados por cada processo. Nesse ponto costumam surgir dois problemas: o primeiro é que nem toda empresa mapeia os seus processos internos de forma adequada. O segundo é que muitos negócios não sabem como esses processos podem gerar dados.

Para resolver as duas questões, é preciso investir em softwares de gestão empresarial. Essas ferramentas são capazes de monitorar diversas ações, transformando-as em informações fáceis de serem lidas.

Mas, talvez você se pergunte: quais as vantagens dessas informações?

Vantagens da gestão baseada em processos

Redução de erros na tomada de decisões

Com informações corretas e confiáveis sobre cada processo, o empresário pode traçar estratégias mais precisas, reduzindo os seus possíveis prejuízos com erros. A análise feita de maneira superficial pode apresentar cenários que não condizem com a realidade do processo, fazendo com que o gestor cometa equívocos que podem custar caro ao negócio.

Corte de custos

Os cortes de gastos não precisam ser feitos de forma violenta, sempre que o negócio atravessa momentos tumultuados. O ideal é que a empresa monitore os custos de cada processo e departamento de forma constante, aproveitando para entender o ROI sobre cada processo.

Assim, o gestor consegue propor medidas de redução de custos em momentos oportunos, evitando que o negócio enfrente dificuldades em seu caixa.

Prevenção de prejuízos

Imagine o seguinte cenário: uma fábrica vai trocar todo o seu telhado, expondo o seu galpão ao tempo. O que aconteceria se esse trabalho fosse realizado no período chuvoso ou de nevascas? O ideal seria realizá-lo nos períodos de seca, não é mesmo?

Para isso, o empresário deveria monitorar com atenção as previsões meteorológicas, estudando o histórico de chuvas dos últimos anos. De forma similar a esse exemplo, a gestão baseada em processos faz com que o empreendedor evite prejuízos, pois ele consegue se antever diante de diferentes possibilidades.

Escolhendo o software de gestão de custos

Depois de entender os benefícios da gestão baseada em processos, é importante que o empresário escolha as ferramentas para gerenciar processos relacionados aos custos. Entender como esses números impactam os resultados da empresa é de grande ajuda na tomada de decisões.

Por isso, queremos convidá-lo a conhecer mais sobre a MyABCM. Nossa empresa atua há décadas no mercado de tecnologia, desenvolvendo soluções que ajudam negócios em todo o mundo. Converse conosco e saiba mais sobre as nossas ferramentas!