Blog

The best content on costs and profitability

Qual é o papel da Inteligência Artificial na análise de negócios?

Qual é o papel da Inteligência Artificial na análise de negócios?

Com o avanço da tecnologia, o mundo vem se transformando em ritmo acelerado, e isso vale também para a análise de negócios. Hoje, geramos e consumimos dados em um ritmo alucinante, de forma que qualquer operação ou input manual feito por seres humanos é impensável, dada a escala e a dificuldade de se analisar milhões de dados por segundo.

Nesse contexto, conceitos como Internet das Coisas (IoT), Machine Learning e Big Data estão todos conectados. As análises de risco, previsão de potencial, análises financeiras e de negócios, em geral, são todas feitas levando em conta inúmeros fatores e “sinais” que a sociedade de consumo gera diariamente, em forma de dados.

Tudo isso possibilita uma visão bem completa dos cenários macroeconômicos em que o negócio está inserido — mas também demanda uma força de trabalho sem precedentes. Afinal, é preciso levantar e analisar tantas variáveis ao mesmo tempo, e sempre de maneira ágil. Pois é aqui que a Inteligência Artificial mostra toda a sua força.

No post de hoje, falaremos justamente sobre esse papel da IA na transformação dos negócios atuais. Veremos em quais frentes ela promove a disrupção, a médio e longo prazo, e porque é preciso começar a investir nessa tecnologia o quanto antes. Pronto para começar? Então, continue lendo!

A gestão empresarial na era dos dados

O advento dos dados mudou radicalmente a maneira como fazemos diversas coisas, mas impactou ainda mais a gestão e a análise de negócios. Hoje, quem tem os dados certos nas mãos tem a chave para trazer retornos grandiosos à empresa, por meio de vantagens competitivas e poder de previsibilidade de mercado.

“Dados são o novo petróleo. A diferença é que o petróleo vai acabar um dia. Os dados, não”. Essa afirmação é de Ajay Banga, CEO da Mastercard, que reconhece o poder da gestão por meio de dados num dos setores mais lucrativos do mercado mundial.

Essa comparação com o petróleo, aliás, é bem interessante. Sendo um recurso natural, ele está em vias de se esgotar nos próximos anos, ao contrário do que acontece com os dados, que só tendem a aumentar, trazendo tanto grandes benefícios para a indústria quanto desafios ainda maiores.

A IA e o seu poder na análise de negócios

De maneira resumida, podemos dizer que a Inteligência Artificial é uma tecnologia capaz de tomar decisões similares, ou melhores, que os seres humanos baseada em informações coletadas ou cedidas previamente. Trata-se de uma ferramenta que baseia suas decisões em parâmetros técnicos, portanto, sem nenhuma relação com simulações de consciência ou sensibilidade: sua adesão é total aos fatos que os dados apresentam e representam.

Para a análise de negócios, em especial, a grande vantagem da Inteligência Artificial é que ela consegue coletar e processar automaticamente muito mais informações do que um ser humano (ou mesmo uma equipe de seres humanos) seria capaz, no mesmo espaço de tempo.

A partir disso, com o auxílio do Machine Learning e de processos de aprendizagem homem-máquina, a I A começa a aprender e melhorar ainda mais as suas análises, até resolver de maneira autônoma problemas que, até então, mobilizam dezenas de funcionários em qualquer empresa.

As frentes que a IA pode revolucionar nas empresas

Segundo a Accenture, a Inteligência Artificial deve, sozinha, aumentar a produtividade das organizações em cerca de 40% até 15 anos. Já é possível, no entanto, notar revoluções acontecendo hoje em algumas frentes importantes dentro das empresas. A seguir, falaremos um pouquinho mais sobre elas.

Estatística e análise de negócios

De fato, analisar dados manualmente já deixou de ser a realidade da grande maioria das empresas. Contudo, ainda que houvesse certa automação no que toca a coleta e o agrupamento dos dados, nada se compara ao poder da Inteligência Artificial na geração de análises de negócios.

Essa tecnologia consegue varrer grandes camadas de dados de maneira automática, revelando padrões e criando alertas para tentar prever ou evitar problemas, além de extrair insights e oportunidades de mercado de maneira rápida e automatizada.

Prevenção de fraudes

Grandes instituições financeiras têm utilizado a IA há algum tempo para monitorar comportamentos anormais nos padrões de consumo de seus clientes, evitando fraudes e lavagem de dinheiro.

No início, a ferramenta era responsável apenas por gerar alertas a um analista, que olharia cada caso com maior cuidado. Hoje, porém, ela já é capaz de identificar os comportamentos que fogem do padrão e gerar bloqueios imediatos, ou até entrar em contato com o cliente por meio de chatbots para confirmar se houve ou não fraude.

Atendimento automatizado

Outra frente em que a Inteligência Artificial vem trazendo avanços a passos largos é o atendimento automatizado. Nesse contexto, o seu objetivo é deixar a relação com o cliente o mais humanizada possível, seja realizando o atendimento por meio de assistentes com voz e “personalidade” própria, seja por renderings superreais de pessoas — como, por exemplo, o Neon, da Samsung.

Muito provavelmente, você já foi atendido por um chatbot ou uma IA, e talvez nem tenha notado. Um ótimo sinal de como estamos avançados nessa frente.

Otimizações automáticas

A tecnologia também vem mostrando muitos frutos no campo das otimizações de processos. Hoje, qualquer analista consegue diminuir drasticamente o tempo com ajustes finos em rotinas de testes A/B, por exemplo, já que a IA observa e aprende com os padrões para sugerir melhorias de maneira autônoma.

Nesse quesito, estão na frente grandes empresas de compra e venda de mídia, como Google, Facebook, Amazon e muitos outros.

Reconhecimento, fidelização e aumento do ticket médio

Você já imaginou como seria interessante se o seu aplicativo de restaurante favorito já soubesse o que você gosta de comer nas sextas-feiras e lhe mandasse um lembrete nesse dia, ou até fizesse o pedido para você automaticamente?

Reconhecer as preferências do cliente e, com base nelas, ser capaz de fazer recomendações de produtos e serviços é uma das grandes vantagens da Inteligência Artificial. É como se cada um dos seus clientes pudesse ter um sommelier particular. Isso ajuda a fidelizar a sua base e ainda aumenta o ticket médio, por conta da recomendação de produtos que interessam, de verdade, o consumidor.

Por que investir na Inteligência Artificial para a análise de negócios

Bom, você já deve ter percebido que a IA tem o poder não só de transformar a análise de negócios, mas, também, de trazer disrupção para diversas áreas de atuação do mercado. Ainda assim, por que investir nela agora? Afinal, será que ela tem fit com o seu negócio?

Com certeza! O mais importante é ter em mente que essa tecnologia não pertence mais ao futuro: ela já é o presente. Portanto, quem investir nela agora estará muito à frente daqui a quatro ou cinco anos — e quem não o fizer terá dificuldades para acompanhar o mercado em um futuro breve.

Enfim, a Inteligência Artificial pode parecer um pouco complexa quando vista de fora, mas é uma tecnologia com a qual seu negócio pode se beneficiar muito.

Gostou desta leitura? Entre em contato conosco e conheça nossas soluções em software para gestão e redução de custos!