Sabemos que as empresas buscam modernizar seus processos para alcançar a eficiência — que, por consequência, melhorará suas respectivas margens de lucro. Assim, é importante entender como a tecnologia em logística pode ajudar o empreendedor a alcançar tal objetivo.

Contudo, investir em inovação não significa apenas trocar equipamentos, mas incorporar um novo modo de pensar às atividades do negócio. Caso contrário, o empresário realizará um grande investimento para que tudo permaneça igual.

Interessou-se pelo tema e quer aprender mais sobre tecnologia em logística? Então, continue a leitura deste artigo!

Tecnologia em logística no CRM

Antes de qualquer coisa, é importante desfazer um mal-entendido a respeito do CRM. A sigla vem do termo “Customer Relationship Management” e, em português, quer dizer “Gerenciamento do Relacionamento com o Cliente”.

Portanto, ao contrário do que muitos empresários pensam, CRM não é um software, mas uma estratégia para melhorar a percepção do cliente a respeito da empresa. Considera-se que o relacionamento é tão importante quanto o produto ou o serviço oferecido pela companhia.

Feito esse esclarecimento, podemos entender como a tecnologia em logística é capaz de ajudar o empreendedor a lograr êxito com uma estratégia de CRM: colhendo e analisando dados.

Dessa forma, é possível oferecer um atendimento mais personalizado, melhorando as vendas ou diminuindo a rejeição do público. Na verdade, uma estratégia de CRM sem tecnologia torna-se inviável.

Beacons 

Esse recurso possibilita a troca de informações entre aparelhos via Bluetooth. Por exemplo: o cliente encosta seu celular em um dispositivo de uma lanchonete e recebe informações nutricionais sobre o lanche que está consumindo.

Trata-se de uma abordagem inovadora e acessível, mas como ela melhora a logística? A tecnologia pode ser empregada para coletar informações sobre o cliente e, dessa forma, aprimorar o banco de dados da empresa, oferecendo um serviço personalizado.

Além disso, com mais informações, é possível traçar novas estratégias de vendas, diminuindo gastos com transporte e armazenagem de produtos. Isso porque a troca de dados é mais eficiente do que o preenchimento de cadastros, por exemplo.

O sistema baseado em Beacons pode ser usado para pagamentos, agendamentos, pedidos de informação, reclamações etc. E tudo isso é feito de forma automatizada.

RFID

Outro exemplo tecnológico interessante é a identificação por radiofrequência (RFID). Com esse sistema, dois objetos podem se comunicar por sinais radiofônicos, trocando informações entre si.

Trata-se de uma evolução do sistema de leitura por código de barras. Com relação à logística, seu uso já ocorre no controle de estoque em empresas de médio e grande porte, por exemplo.

Desse modo, cada item estocado recebe uma etiqueta com RFID e, ao ser consumido, as informações são atualizadas automaticamente. Como resultado, é possível evitar falhas humanas e agilizar o setor de compras.

Como vimos neste artigo, o uso da tecnologia em logística é fundamental para que uma empresa alcance o sucesso em suas atividades e desenvolva uma estratégia eficiente de crescimento.

E um exemplo de tecnologia em logística é o software MyABCM, usado por empresas em todo o mundo que desejam aperfeiçoar suas atividades. Com ele organizações líderes mundiais em logística transporte e movimentação conseguem saber precisamente os custos e resultados por Produtos, Clientes, Canais, Rotas, CD’s (Centros de Distribuição), Projetos e Tipo de Entrega (Caminhão Próprio x Terceiro), embasando os executivos a uma tomada de decisão segura. Se você está curioso para saber como ele pode ajudá-lo, entre contato conosco e tire suas dúvidas!