Blog

O melhor conteúdo sobre custos e lucratividade

Aprenda a colocar a previsão de demanda em prática

Aprenda a colocar a previsão de demanda em prática

Normalmente, as pessoas não gostam de ser surpreendidas. É natural que os indivíduos se sintam mais seguros quando conseguem ter uma noção clara do que está por vir. No mundo dos negócios, isso é ainda mais importante. Por isso, todo empreendedor precisa entender o que é previsão de demanda.

A previsão de demanda é uma forma de o empresário tentar antever-se, projetando possíveis cenários para o seu negócio e criando estratégias para conseguir lidar com todos eles.

Nosso objetivo com este material é ajudá-lo a entender melhor esse conceito, mostrando como você pode criar a sua previsão de demanda. Então, vamos entender mais sobre esse tema?

Previsão de demanda: compras e vendas

Dentro da sua empresa, diversos departamentos trabalham de forma simultânea para garantir que o produto ou serviço chegue ao cliente, certo? Alguns desses setores estão em pontas opostas, como o setor de compras e o de vendas.

Imaginemos uma situação hipotética, em que o setor compra mais matéria-prima do que o necessário, ignorando que existia uma tendência de queda nas vendas. Isso significa prejuízo, não é mesmo?

O problema é que nem sempre esse departamento dispõe de uma comunicação adequada com as vendas. Para evitar essa situação, a previsão de demanda seria recomendada. A seguir, mostramos algumas ações para fazer previsão de demanda na prática. Siga acompanhando!

Analise os dados

A previsão de demanda não é feita de modo aleatório. Trata-se de um estudo que considera fatores internos e mercadológicos. Normalmente, ela é desenvolvida pelo departamento de marketing ou de vendas, pois esses profissionais têm uma leitura mais imediata de diferentes cenários.

Contudo, esse estudo se beneficia das informações geradas por diversos departamentos, como a contabilidade e o setor de compras. Todos esses dados são usados para projetar diferentes cenários.

Considere cenários diferentes

Se a previsão de demanda projeta um cenário de aumento nas vendas, a empresa precisará avaliar a contratação de novos funcionários, logística de entrega, atendimento etc.

Por outro lado, um cenário de baixa demanda pede ações contrárias, como a contratação de linhas de crédito para fluxo de caixa, a avaliação de desempenho de produtos etc.

A previsão de demanda faz com que os gestores reflitam sobre essas situações, de modo que eles criem planos de ação para lidar com os diferentes cenários que podem ser apresentados.

Preveja a demanda na prática

O primeiro passo necessário é garantir que a sua empresa gere dados adequadamente. Modernizar processos e investir em um software de gestão fazem-se necessários. Em seguida, cruze esses dados com as metas que a empresa tem para o período (crescimento, aumento de lucro etc.).

A periodicidade da previsão de demanda mudará de estratégia para estratégia, contudo se torna pouco eficiente ter previsões para períodos muito curtos, pois isso a dificuldade na operação.

Por último, garanta que esse relatório seja interpretado de forma correta. Para isso, a coleta de dados e análise de fatores externos precisam ser feitas cuidadosamente.

Consequências de se ignorar a previsão de demanda

Não fazer a previsão de demanda é uma ação arriscada. Empreender equivale a investir, e todo investidor quer alguma garantia de que seu investimento trará retornos. Por isso, quanto mais análises, melhor.

Ademais, estar preparado para diferentes momentos contribui para que o seu negócio tenha mais liberdade para tomar decisões, evitando que a empresa fique refém de fatores mercadológicos e econômicos.

Por fim, o seu empreendimento já produz dados e relatórios. Criar a previsão de demanda não é algo que exigirá grandes esforços — sendo assim, não existem desculpas para não fazer esse estudo.

Gostou deste artigo? Então, compartilhe-o com os seus colegas pelas redes sociais e grupos de empreendedorismo no WhatsApp!