Nos dias de hoje, com o mercado cada vez mais competitivo, apenas instituições com as melhores práticas se destacam e seguem crescendo. Nesse contexto, uma auditoria de custos fornece ao gestor as ferramentas necessárias para que ele tome suas decisões com base na real situação em que a empresa se encontra.

Continue com a gente e descubra quando fazer uma auditoria de custos e como ela pode ajudar sua empresa! Boa leitura!

Por que fazer uma auditoria de custos?

Auditoria é o processo de analisar as atividades de uma empresa e verificar se seu planejamento tem sido seguido de modo correto. Sua função é encontrar falhas nos procedimentos da instituição e recomendar soluções para elas. A auditoria de custos estuda as finanças da empresa para tornar o uso de recursos mais eficiente.

Em determinados momentos, a auditoria pode identificar que as práticas de um colaborador lesam a empresa, mas, apenas em situações muito específicas, a causa dos problemas da organização está relacionada à conduta de uma pessoa. Como faz com todos os problemas que identifica, a auditoria reporta as falhas encontradas ao gestor.

Quais as vantagens da auditoria de custos?

Com os dados coletados pela auditoria de custos, a gestão do setor financeiro da empresa fica mais fácil, o que se traduz em muitos benefícios. Entre eles, é possível destacar:

  • a correção dos saldos é registrada de modo mais preciso;
  • a fiscalização do controle interno fica mais fácil e eficiente;
  • há aumento das margens de lucro;
  • há redução do risco de desvio dos recursos da empresa;
  • o gestor tem acesso a informações precisas e atualizadas sobre a situação da empresa.

Como implementar uma auditoria de custos?

Para colocar em prática uma auditoria de custos, a equipe precisa aplicar conhecimentos de contabilidade e de controle interno. Afinal, a ideia é identificar os pontos em que os procedimentos da empresa podem ser melhorados. Conheça as etapas envolvidas!

Mapeamento de processos

Em primeiro lugar, o auditor precisa conhecer os processos executados no setor que será auditado. Com base nesse conhecimento, ele faz mapas de tarefa, com o objetivo de analisar os procedimentos da empresa de forma clara e precisa.

Identificação de possíveis problemas

Depois que os procedimentos da empresa são identificados, o auditor os estuda em busca de possíveis problemas.

Identificação dos procedimentos de controle interno

Nessa etapa do processo, o auditor identifica os meios de controle interno utilizados pela instituição e observa como eles são utilizados.

Verificação do controle interno

Assim que os possíveis problemas e os métodos de controle interno da empresa são identificados, o auditor verifica se as práticas de controle cumprem seu dever de evitar a ocorrência de falhas nos processos.

Análise de resultados

Depois de estudar atentamente os procedimentos da empresa, o auditor verifica se eles ocorrem do modo mais eficiente possível. Caso a resposta seja afirmativa, ele recomenda que sejam mantidos.

Se, por outro lado, os procedimentos apresentam falhas ou podem ser melhorados, o auditor informa isso no relatório e sugere possíveis soluções ou meios para que os processos se tornem mais eficazes.

Quando fazer uma auditoria de custos?

Uma vez que a auditoria de custos aumenta a eficiência financeira da empresa e a torna mais lucrativa, é interessante que seja feita com frequência. Desse modo, quando houver falhas nos processos da companhia, elas serão identificadas antes que se tornem graves.

Embora todo esse procedimento pareça trabalhoso, as informações obtidas são relevantes para a gestão. Isso porque podem abrir caminho para um crescimento sólido e constante da empresa.