Profissionais qualificados, ferramentas tecnológicas, boa estrutura de trabalho e gestão financeira eficiente: esses são alguns fatores determinantes para que uma empresa possa se desenvolver e se destacar no mercado.

Porém, para que tudo aconteça de acordo com o planejamento estratégico da companhia, é necessário ficar atento a outros fatores administrativos, como a gestão de desempenho — que é considerada um ponto essencial entre as práticas de gestão atuais.

Para entender o que é a gestão de desempenho e saber como esse conceito pode ser aplicado na sua empresa, confira as dicas desse post!

Afinal, o que é a gestão de desempenho?

A gestão de desempenho surge como alternativa às técnicas tradicionais usadas para comparar os resultados alcançados aos resultados esperados. Os modelos tradicionais levavam em conta, nas suas avaliações, apenas o trabalho planejado previamente. Já os modelos atuais, permitem que, durante a execução das ações, possam ser feitas correções em possíveis desvios ― o que gera mais eficiência no cumprimento das funções determinadas pela empresa.

Esse processo parte da ideia de que é necessário compartilhar os objetivos da empresa com os seus colaboradores, oferecendo os mecanismos necessários para que possam ter o um melhor desempenho — além de motivá-los a cumprir sua rotina diária na companhia. Para isso, é necessário delimitar os objetivos estratégicos, definir funções, estabelecer os objetivos de cada funcionário, além de oferecer os mecanismos para que eles possam trabalhar e acompanhar a análise do desempenho.

Como esse tipo de gestão é aplicado?

De maneira geral, podemos dividir a gestão de desempenho em dois momentos. O primeiro deles é focado na empresa, ou melhor, nas atividades de uma companhia. Esse momento exige maior controle dos processos corporativos, de forma a garantir que os resultados pré-definidos possam ser alcançados de maneira satisfatória. Assim, para avaliar essa etapa, é necessário analisar os indicadores da própria empresa.

O segundo momento é focado justamente nas pessoas. Os seus colaboradores precisam cumprir as metas que foram estabelecidas, mas precisam ser flexíveis para se adaptar às mudanças ― que podem vir tanto da empresa, quanto do próprio mercado. Essa capacidade de adaptação permite que os processos em execução possam ser corrigidos para que as metas sejam alcançadas da melhor maneira possível.

Quais são os pilares da gestão de desempenho?

Para que se possa realizar a gestão de desempenho na sua empresa, é necessário se basear em três pilares. Saiba quais são eles:

Melhoria contínua

O mercado é altamente competitivo e, para se destacar, é necessário inovar e se reinventar. Para isso, é preciso criar uma política voltada para a melhoria contínua dos seus processos — o que implica em mudanças. Essas mudanças podem enfrentar resistência, então é necessário, também, trabalhar os seus colaboradores.

Alcance dos objetivos

Para conseguir oferecer os melhores produtos e serviços, a empresa precisa definir claramente quais são as suas metas e estipular um modelo de trabalho para que se possa alcançá-las. As metas devem ser específicas, mensuráveis, atingíveis, relevantes e temporais.

Perfil de competências

Para alcançar as metas propostas e conseguir manter um sistema de melhorias contínuas, é preciso contar com um time de profissionais qualificados para o trabalho determinado. A sua empresa precisa contar com uma equipe de colaboradores alinhados aos seus objetivos e às suas exigências.

Por que fazer a gestão de desempenho?

Esse modelo de gestão gera vários benefícios a uma empresa. Os objetivos de trabalho são compartilhados, os seus colaboradores trabalham mais motivados, a produtividade aumenta e a taxa de sucesso de um projeto tende a crescer. Assim, o trabalho se torna mais eficiente e os clientes têm as suas expectativas correspondidas.

Além disso, é possível criar um ambiente em que seus funcionários são valorizados e têm ainda mais estímulos para o desenvolvimento profissional — pois precisam aprimorar constantemente as suas competências para atingir os objetivos propostos.